Sabbath Bible Lessons

Reflexões sobre o livro de Isaías (parte II)

<<  Previous  Next  >>
Lição 6 Sábado, 5 de novembro de 2016

Compartilhando com nossos vizinhos

“Não vos assombreis, nem temais; porventura, desde então, não vo-lo fiz ouvir e não vo-lo anunciei? Porque vós sois as Minhas testemunhas. Há outro Deus além de Mim? Não! Não há outra Rocha que Eu conheça” (Isaías 44:8).

Devemos saber individualmente e ter a capacidade de dizer aos outros que cada promessa de Deus é verdadeira. É por prestarmos um testemunho direto por palavras e obras que somos contados como verdadeiras e fiéis testemunhas de Cristo. — The Review and Herald, 7 de julho de 1903.

Estudo adicional:   Profetas e reis, pp. 367-378 (capítulo 31: “Esperança para os gentios”).

Domingo 30 de outubro

1. ALCANÇANDO OS NÃO ALCANÇADOS

A. Descreva o plano do Senhor em prol de Suas ovelhas que estão fora do redil. Ezequiel 34:12-14. O que foi ordenado aos atuais mensageiros de Deus dizer a respeito dessa necessidade?

Ao viajar pelo Sul rumo às reuniões, vi uma cidade após outra que ainda não havia sido trabalhada. Por quê? Os ministros estão rondando entre as igrejas que conhecem a verdade enquanto milhares morrem sem Cristo. Se fossem dadas as devidas instruções, caso fossem seguidos métodos apropriados, todo membro da igreja faria seu trabalho como membro do corpo. Faria trabalho missionário cristão. Mas as igrejas estão morrendo, e querem um ministro que lhes pregue. Devem ser ensinados a dar o dízimo fielmente a Deus, a fim de que os fortaleça e abençoe. Devem ser colocados em ordem de trabalho, para que possam receber o alento do Senhor. Devem ser ensinados que, a não ser que possam permanecer por si sós, sem um ministro, precisam se converter, sendo de novo batizados. Necessitam nascer de novo. — The Ellen G. White 1888 Materials, p. 1750.

O mundo deve ser advertido. Obreiros devem trabalhar sincera e devotadamente abrindo novos campos e se empenhando pessoalmente pelos pecadores, em vez de ficar nas igrejas que já têm grande luz e muitas vantagens. — Testemunhos para a igreja, vol. 7, p. 255.


Segunda-feira 31 de outubro

2. FORTALECIDOS PELO SERVIÇO

A. Que luz salvadora deve ser dada a cada pessoa na Terra? Isaías 42:6; Marcos 16:15. Na qualidade de crentes, como temos negligenciado individualmente esse dever, sobretudo quando nos reunimos em igrejas maiores?

A comissão de Cristo precisa ser cumprida ao pé da letra. O povo de Deus deve consagrar-Lhe suas faculdades e recursos. Os fiéis soldados da cruz de Cristo hão de sair fora a campo, levando o opróbrio do Redentor e seguindo o Seu caminho de abnegação.

Aos ministros que estão rondando as igrejas, pregando àqueles que conhecem a verdade, seria melhor que fossem a lugares ainda em trevas. A menos que façam isso, eles mesmos e suas congregações se tornarão anões. Nossa religião se tornou fraca e doente porque os membros da igreja têm deixado seu primeiro amor. Eles podem tornar-se homens e mulheres fortes em Cristo, caso obedeçam às instruções do Senhor. [...]

O mundo está perecendo em pecado. Quanto tempo mais você permitirá manter-se afastado da grande e necessitada vinha, quando a história deste mundo está tão perto de seu fim? — The Review and Herald, 9 de fevereiro de 1905.

Há muitos membros de nossas grandes igrejas que fazem relativamente nada, e que poderiam realizar um bom trabalho se, em vez de permanecerem aglomerados, se espalhassem por lugares que ainda não foram penetrados pela verdade. — Ibidem, 26 de novembro de 1914.

B. O que cada ministro, bem como cada membro leigo deveria ter em mente? Isaías 43:11.

O povo de Deus, que possui luz e conhecimento, não tem levado avante os elevados e santos propósitos de Deus. Não tem avançado de vitória em vitória, acrescentando novos territórios, erguendo o estandarte nas cidades e seus subúrbios. Grande cegueira espiritual tem sido demonstrada por aqueles sobre os quais está incidindo enorme luz do Senhor, mas que não têm avançado para uma luz ainda maior e cada vez maior. Os nervos e músculos espirituais dos membros da igreja não têm sido estimulados para fazer avançar a obra. [...]

Em cada igreja, jovens de ambos os sexos deveriam ser selecionados para desempenhar responsabilidades. Que empreendam cada esforço a fim de se qualificarem para ajudar aqueles que não conhecem a verdade. Deus convoca obreiros sinceros, de coração decidido. O humilde e contrito aprenderá por experiência pessoal que, além dEle, não existe Salvador. — Testemunhos para a igreja, vol. 9, p. 139.


Terça-feira 1º de novembro

3. REFRIGÉRIO PARA O SEDENTO

A. O que Deus promete fazer por aqueles que procuram realizar a Sua vontade de todo o coração? Isaías 44:3 e 4.

Na Palavra de Deus é-nos ensinado que este é o tempo, acima de todos os outros, em que podemos esperar luz do Céu. É agora que devemos aguardar um refrigério pela presença do Senhor. Devemos estar atentos às atuações da Providência Divina como o exército de Israel estava atento ao “ruído de andadura pelas copas das amoreiras” (1 Crônicas 14:15) — o sinal de que o Céu agiria em seu favor.

Deus não pode glorificar o Seu nome por meio de Seu povo enquanto estiverem se apoiando no homem e fazendo da carne mortal o seu braço. Sua condição atual de debilidade continuará até que só Cristo seja exaltado; até que, com João Batista, digam com coração humilde e reverente: “É necessário que Ele cresça e que eu diminua.” João 3:30. Foram-me dadas palavras para ser ditas ao povo de Deus: “Exaltem o Homem do Calvário. Recue a humanidade para que todos contemplem Aquele em quem se centralizam as esperanças de vida eterna”. [...]

É à alma sedenta que se abre a fonte das águas vivas [é citado o versículo de Isaías 44:3]. Às pessoas que buscam diligentemente a luz e que aceitam de boa vontade todo raio de iluminação divina vindo de Sua Santa Palavra, unicamente a essas, será a luz comunicada. É por meio dessas pessoas que Deus revelará aquela luz e poder que iluminarão toda a Terra com Sua glória. — Testemunhos para a igreja, vol. 5, pp. 728 e 729.

B. Descreva a loucura do mundo em confiar em seus ídolos. Isaías 44:9, 14-17; 46:5-8. Que revigorante notícia esses adoradores de ídolos precisam ouvir? Isaías 44:22; Salmos 103:11-13.

Deus anseia por insuflar na prostrada humanidade o fôlego da vida. E Ele não permitirá que o desapontamento chegue a qualquer alma que seja sincera em seu anelo de algo mais elevado e mais nobre que aquilo que o mundo possa oferecer. Constantemente está Ele enviando os Seus anjos aos que, conquanto rodeados por circunstâncias as mais desencorajadoras, oram com fé para que algum poder mais alto que eles mesmos tome posse deles, dando-lhes libertação e paz. Por várias maneiras Deus Se lhes revelará, e os colocará em contato com providências que estabelecerão sua confiança nAquele que Se deu a Si mesmo em resgate por todos, “para que pusessem em Deus a sua esperança, e se não esquecessem das obras de Deus, mas guardassem os Seus mandamentos” (Salmos 78:7). — Profetas e reis, pp. 377 e 378 (capítulo 31: “Esperança para os gentios”).


Quarta-feira 2 de novembro

4. AUMENTANDO NOSSAS FRONTEIRAS

A. O que Deus almeja que Seu desprezado e desamparado remanescente faça? Salmos 5:11; Isaías 54:1.

Todo o capítulo cinquenta e quatro de Isaías é aplicável ao povo de Deus, e cada especificação da profecia será cumprida. — The SDA Bible Commentary [E. G. White Comments], vol. 4, p. 1148.

B. Explique que garantia é dada a todos os que abrem seus corações e lares para outras pessoas. Isaías 54:2 e 3; Hebreus 13:1 e 2.

Deus me deu uma mensagem para o Seu povo. Ele tem de despertar, alargar as suas tendas, dilatar suas fronteiras. Meus irmãos, minhas irmãs, vocês foram comprados por preço, e tudo quanto possuem e são deve ser empregado para a glória de Deus, e para o bem dos semelhantes. Cristo morreu na cruz para salvar o mundo de perecer no pecado. Ele pede nossa cooperação nesta obra. Devemos servir-Lhe de mão ajudadora. Com um esforço sincero e infatigável, devemos buscar salvar os perdidos. Lembremo-nos de que foram nossos pecados que tornaram necessária a cruz. Quando aceitamos a Cristo como nosso Salvador, empenhamo-nos com Ele em carregar a cruz. Como parte do grande plano da redenção, estamos ligados a Ele na vida e na morte. O poder transformador da graça de Cristo modela aquele que a si mesmo se dá para o serviço de Deus. Imbuído do Espírito do Redentor, ele está pronto a negar-se, pronto para assumir a cruz, pronto para fazer qualquer sacrifício pelo Mestre. Não pode mais ser indiferente em relação às pessoas que perecem em torno de si. Ergue-se acima dos seus próprios interesses. Foi feito nova criatura em Cristo, e o servir-se a si mesmo não tem lugar em sua vida. — Testemunhos para a igreja, vol. 7, pp. 9 e 10.

C. Que maravilhosas promessas estão associadas a esse tipo de obra missionária? Isaías 54:4, 5, 10 e 17.

O eterno braço de Deus envolve a alma que se volta para Ele em busca de ajuda, por mais fraca que seja essa alma. As coisas preciosas dos montes perecerão; mas a alma que vive para Deus, insensível à censura, não pervertida pelo aplauso, habitará para sempre com Ele. — Ibidem, vol. 4, p. 328.


Quinta-feira 3 de novembro

5. PERSPECTIVAS PROMISSORAS À FRENTE

A. O que Deus quer que sejamos para aqueles que nos rodeiam, e que garantia está disponível àqueles que fazem essa obra? 2 Crônicas 16:9; Isaías 11:10-13; 57:13 e 14.

Os grupos de missionários em terras pagãs foram comparados pelo profeta a bandeiras erguidas para guia dos que estão em busca da luz da verdade. [...]

O dia do livramento está às portas. [...] Dentre todas as nações, tribos e línguas, Ele vê homens e mulheres que estão orando por luz e conhecimento. Suas almas estão insatisfeitas; há muito eles se têm apascentado de cinzas (Isaías 44:20). O inimigo de toda a justiça tem-nos posto de lado, e eles tateiam como cegos. Mas são sinceros de coração, e desejam conhecer um caminho melhor. Embora nas profundezas do paganismo, sem qualquer conhecimento da Lei escrita por Deus, nem de Seu Filho Jesus, têm eles revelado de muitas maneiras a operação de um poder divino na mente e no caráter.

Às vezes os que não têm conhecimento de Deus além daquele que receberam sob a operação da graça divina, têm sido bons para com os servos do Senhor, protegendo-os com o risco da própria vida. O Espírito Santo está implantando a graça de Cristo no coração de muito nobre pesquisador da verdade, ativando suas simpatias contrariamente a sua natureza e à sua anterior educação. — Profetas e reis, pp. 375-377.

O Senhor envia a mensagem: “Tirai a pedra de tropeço do caminho do Meu povo”. Concentrem-se esforços no sentido de anular as influências que têm sufocado a mensagem para este tempo. Uma solene obra deve ser realizada em curto espaço de tempo. — The SDA Bible Commentary [E. G. White Comments], vol. 4, p. 1148.


Sexta-feira 4 de novembro

PARA VOCÊ REFLETIR

1. Se somos pessoas verdadeiramente convertidas, devemos estar dispostos a fazer o que em nossas igrejas?

2. Explique a desvantagem de grandes congregações.

3. Somente a quem será dada a luz, e o que essas pessoas farão com ela?

4. Que meios eu posso usar para “ampliar” minha “tenda” para o Senhor?

5. Que medidas podemos tomar para socorrer aqueles que estão tateando às cegas em busca de luz?

<<  Previous  Next  >>